Técnica Alexander | Sobre as Aulas
Oferece informações sobre o que é a Técnica Alexander, sobre aulas da Técnica Alexander, sobre os professores que ministram aulas da Técnica Alexander e sobre livros e artigos relacionados.
andrew booth, andrew harrison booth, marta booth, marta fontaine booth, equitação e a técnica alexander, reabilitação corporal e a técnica alexander, inibição, direção e a técnica alexander, direção, frederick mathias alexander, walter carrigton, carrington's, técnica alexander, alexander technique, técnica de alexander, performance, performance e técnica alexander, dança e técnica alexander, teatro e técnica alexander, representar e técnica alexander, canto e técnica alexander, saúde e técnica alexander, bem-estar e técnica alexander, equilíbrio e técnica alexander, coordenação e técnica alexander, f. m. alexander, f m , aulas de técnica alexander, aulas em grupo da técnica alexander, grupo da tecnica alexander, aulas em dupla da técnica alexander, aula compartilhada da técnica alexander, técnica alexander compartilhada, compartilhando técnica alexander, benefícios da técnica alexander, quantas aulas necessárias da técnica alexander, valor da aula da técnica alexander, duração da aula da técnica alexander, duração do curso da técnica alexander, introdução a técnica alexander, prevenção de acidentes, problemas posturais, estresse, força muscular excessiva, tonus muscular adequado, tensão muscular, auto-conhecimento, músicos e técnica alexander, tocar piano e técnica alexander, tocar instrumento musical e técnica alexander, educação e técnica alexander, escolas de formação na técnica alexander, terapias alternativas, mente e corpo, corpo e mente, unidade psicossomática, unidade psicofísica, unidade mente corpo, técnica alexander no jardim botânico, técnica alexander na lagoa, ensino da técnica alexander, atividade física, pensando em atividade, pensar consciente, conscientização corporal, consiencia corporal, cursos de técnica alexander, livros da técnica alexander, trabalho de corpo, técnica de alexander no brasil, técnica alexander no rio de janeiro, corpo e a voz do ator, voz e técnica alexander, performance do ator, dramaturgia, reeducação e postura, reeducação postural, melhorar performance, melhorar postura, falar em público, segurança, auto confiança , uso de si mesmo, suprema herança do homem, controle primordial, controle primário, energia primaria, desejo, vontade, fonte de energia, apatia, dor miálgica, neuvralgias, ansiedade, dor nas mãos, dor nos pés, dor nos ombros, dor no pescoço, pescoço rígido, tensão no pescoço, problemas vocais, rouquidão, respiração, tônus, postura, john dewey, hábitos posturais, corrigir postura, associação brasileira da técnica alexander, abta, dor nas costas, dor lombar, artrite, desvio na coluna, escoliose, cifose, lordose, peso nas costas, peso de bolsas e mochilas, vicios posturais, voz do ator, técnica de alexander na proarte, técnica alexander em laranjeiras, stat, curso da técnica alexander na proarte, curso técnica alexander na unirio, centro de gravidade e técnica alexander, força da gravidade, pe chato, disfunção , distúrbio digestivo, problema nos pés, o que é a técnica alexander, como é ensinada a técnica alexander , professores da técnica alexander, indicações da técnica alexander, benefícios terapêuticos e a técnica alexander,semi-supina, parar, encurtamento, alongamento, atitude metal, cabeça para frente e para cima, aplicação da técnica alexander, macaco, posição mecanicamente favorável, atitude mecanicamente favorável, escrever e técnica alexander, visão e técnica alexander, exercícios da técnica alexander, vantagens da técnica alexander, imagens da técnica alexander, fotos da técnica alexander, controle construtivo consciente, hábitos nocivos, hábitos prejudiciais, traumas, tendinite, enxaqueca, asma, bronquite, problemas respiratórios e a técnica alexander, l.e.r., lesão por esforço repetitivo, l.t.c., lesão por trauma cumulativo, d.o.r.t., distúrbio muscular relacionado ao trabalho, distúrbios respiratórios, lesões do sistema muscular, distúrbios nas funções vitais, energia vital, prevenção de lesão, saúde do músico, tecnica musical e técnica alexander, técnica vocal e técnica alexander, performance musical, performance teatral, educação psicossomática, eficiência da técnica alexander, resultados da técnica alexander, otimização de movimentos, dorsalgia crônica, dorsalgia recorrente, instrumentista e a técnica alexander, contato técnica alexander, onde encontrar a técnica alexander, como é a aula da técnica alexander, soltura, relaxamento, não fazer, para de fazer, reeducação neuromuscular, integração corpo mente, técnica alexander como é ensinada
374
page,page-id-374,page-template-default,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-title-hidden,qode_grid_1300,footer_responsive_adv,qode-content-sidebar-responsive,qode-theme-ver-9.2,wpb-js-composer js-comp-ver-4.11.2.1,vc_responsive

É fundamental ressaltar que toda aula da Técnica Alexander é tratada como se fosse a primeira aula do aluno. Este, pelo menos, é o modo abordado pelo professor. Desta forma, o aluno fica livre de qualquer compromisso com o acerto, com a obrigação de fazer correto mesmo que já tenha tido várias aulas. Isto, de fato, ajuda muito no processo de aprendizagem, pois facilita ao aluno a disposição de estar sempre aberto para o novo, para experimentar o desconhecido sem medo de errar.

Trabalha-se com movimentos do cotidiano para que o aluno possa executá-los de maneira segura porém mais leve; consciente mas sem esforço. Introduz-se a prática de pausar antes de reagir a um estímulo que pode ser desde falar, andar, abaixar, sentar, levantar, engatinhar e outros, até ações que abrangem muitos elementos como jogos malabares, tocar um instrumento, cantar e demais, dependendo do interesse pessoal de cada um.

Em geral, o período de uma aula individual é de 30 a 40 minutos. Recomenda-se, aproximadamente, trinta aulas para que o aluno possa compreender e começar a aplicar o método em suas atividades, embora este número seja apenas uma referência. A utilização de trajes confortáveis e adequados é  indicado, evitando-se, vestuário apertado, saia e vestido para as mulheres.

O trabalho em grupo é possível e interessante apenas em caráter introdutório, pois, para o conhecimento e o desenvolvimento de um aprendizado mais aprofundado do método, é essencial o toque constante das mãos do professor.

Não é sentar e levantar de cadeiras, mesmo nas melhores condições, que tem algum valor: isto é simplesmente cultura física. É o que você estava fazendo em preparação que conta quando se vem fazer movimentos.

— FM Alexander